COVID-19Destaques

Estudo da Fiocruz indica que vacina contra a Covid-19 reduzem 79,8% o número de casos graves e óbitos

Participe do Canal do Força do Vale no WhatsApp

Uma pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgada em agosto deste ano, apontou que duas doses de vacina contra Covid-19 reduzem o número de casos graves e óbitos em 79,8% em pessoas com 60 a 80 anos e de 70,3%
em idosos com mais de 80 anos.

Considerando-se uma média daqueles que receberam o esquema vacinal completo e aqueles que tomaram apenas a primeira dose, as taxas de efetividade ficam em 73,7% em idosos com até 79 anos e de 63% em pessoas com 80 anos ou mais.

O estudo considerou os  imunizados com CoronaVac e AstraZeneca e foi feito com base em registros de hospitalização e morte por síndrome respiratória aguda grave (SRAG), o que permitiu avaliar a efetividade em relação à redução de casos graves e óbitos.

As duas vacinas têm, no entanto, taxas diferentes. Na CoronaVac, por exemplo, a taxa de efetividade para pessoas com esquema vacinal completo é de 79,6% para pessoas com 60 a 79 anos e de 68,8% em idosos com 80 anos ou mais.

Se forem considerados todos os imunizados com esquema vacinal completo e os que tomaram apenas a primeira dose, as taxas são de 70,3% em pessoas com 60 a 79 anos e de 62,9% em idosos com 80 anos ou mais, no caso da CoronaVac.

A taxa de efetividade da AstraZeneca com aqueles que receberam  pelo menos a primeira dose chegou a 81,7% para pessoas com 60 a 79 anos e de 62,8% naqueles com 80 anos ou mais.

A nota destaca ainda que medidas restritivas e o uso de máscaras podem influenciar no aumento de infecções.

“O relaxamento de medidas não farmacológicas após a vacinação, como o não uso  da máscara e aumento nas interações sociais presenciais sem os cuidados de distanciamento e ventilação, induzem a maior risco de infecção”, diz o estudo.

Encantado registrou, na segunda-feira (27), o 51º óbito devido a Covid-19. A vítima é Iraci Sangalli de 77 anos. Ela estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Beneficente Santa Terezinha de Encantado desde o dia 9 de setembro e não resistiu às complicações da doença. Conforme informações da Secretaria Municipal da Saúde, a idosa possuía comorbidades
e tinha recebido duas doses da vacina.

O óbito anterior no Município havia sido registrado no dia 10 de agosto.

Boletim do HBST

Até a quinta-feira (30), o Hospital Beneficente Santa Terezinha de Encantado tinha seis pessoas internadas, sendo que duas estão internadas na Unidade de  Tratamento Intensiva (UTI). As internações são de um paciente de Encantado e um de Coqueiro Baixo.

Já na Unidade Respiratória, há quatro pacientes. Sendo dois de Encantado, um de Relvado e um de Roca Sales. As internações são de pessoas com suspeita da doença ou que testaram positivo para Covid.

RELVADO

  • População (IBGE/20) 2.079
  • Isolamento domiciliar 16
  • Casos confirmados 208
  • Casos recuperados 201
  • Casos ativos 03
  • Óbitos 04

DOUTOR RICARDO

  • População (IBGE/20) 2.074
  • Isolamento domiciliar 05
  • Casos confirmados 404
  • Casos recuperados 400
  • Casos ativos 01
  • Óbitos 03

ENCANTADO

  • População (IBGE/20) 22.880
  • Isolamento domiciliar 24
  • Casos confirmados 2.888
  • Casos recuperados 2.827
  • Casos ativos 10
  • Óbitos 51

MUÇUM

  • População (IBGE/20) 4.961
  • Isolamento domiciliar 10
  • Casos confirmados 870
  • Casos recuperados 855
  • Casos ativos 02
  • Óbitos 13

ROCA SALES

  • População (IBGE/20) 11.471
  • Isolamento domiciliar 81
  • Casos confirmados 1.376
  • Casos recuperados 1.333
  • Casos ativos 18
  • Óbitos 25

NOVA BRÉSCIA

  • População (IBGE/20) 3.337
  • Isolamento domiciliar 06
  • Casos confirmados 579
  • Casos recuperados 567
  • Casos ativos 01
  • Óbitos 11

Agro Dália

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fale conosco!