DestaquesGeral

Ama café? Conheça a história da cafeteira italiana Moka

Participe do Canal do Força do Vale no WhatsApp

Em 17 de junho de 1888, nasceu Alfonso Bialetti, autor de uma das maiores obras de engenharia de todos os tempos. A Moka é uma cafeteira que faz café ao passar água fervida pressurizada e vapor do café moído.

A invenção foi patenteada na Itália pelo inventor Alfonso Bialetti em 1933, cuja empresa Bialetti continua produzindo o mesmo modelo, chamado de “Moka Express”.

A cafeteira Moka tornou-se um dos itens básicos da cultura Italiana a nível mundial e existe em diferentes tamanhos, que podem preparar entre 1 e 18 xícaras de 50 ml. O desenho original era de alumínio com alça de baquelite.

 

Café Moka em comparação ao café coado

O sabor do café expresso de uma cafeteira sobre uma fonte de calor depende muito do grão de café, o ponto de torra, a finura da moagem e o nível de calor utilizado. Dado que se gera pressão, a mistura de água e vapor alcança temperaturas superiores aos 100 °C, extraindo assim maior quantidade de óleo do café, fazendo com que fique mais encorpado o sabor do que nas cafeteiras de coar.

Existe a ideia de que o expresso é uma bebida com, além de maior sabor, mais cafeína. No entanto, o café coado, ao ter maior tempo de exposição do café à água, também extrai uma quantidade importante de cafeína.

Agro Dália

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fale conosco!