Cali Schaffer

#CaliSchäffer | O alienista

Participe do Canal do Força do Vale no WhatsApp

Em 17 de setembro de 2022 escrevi um artigo a que dei o título de a Casa Verde Chamada Brasil. Nele tratei de um conto de Machado de Assis, publicado no ano de 1882, no tempo do Brasil colônia, O Alienista. Naquele tempo, os loucos eram chamados de alienados, e alienista era o médico que decidia quais eram as pessoas que deveriam ser internadas nos hospícios. Nele, Machado conta a história de Simão Bacamarte, um médico tido como conceituado, um especialista, que havia se formado no exterior, em Coimbra e Pádua. Quando voltou ao Brasil foram lhe oferecidos pelo Imperador diversos cargos públicos, que ele recusou, dizendo que o que queria mesmo era clinicar numa cidade pequena, no interior do país. A cidade escolhida foi Itaguaí.

Depois de clinicar por quatro anos, o médico resolveu comprar uma grande propriedade, a que deu o nome de Casa Verde, e a transformou num hospital psiquiátrico. Para ser mais claro, num hospício. E ali começou a internar, como loucos, algumas fi guras da cidade que considerava meio excêntricas. Por exemplo: ele prende um homem que recebeu uma herança e adesbaratou até fi car na miséria, emprestando dinheiro a quem não lhe pagava; um outro, que fez um verso meio estranho para a sua mulher. Até o fofoqueiro da cidade ele prendeu. Chegou ao absurdo de internar a própria esposa como louca porque ela não conseguia se decidir entre escolher um colar de perola e outra joia. Depois de muitos excessos, os habitantes, liderados por um barbeiro, se revoltaram, e resolveram destruir a Casa Verde. O doutor, no entanto, não se intimidou e resolveu enfrentar a multidão. Diante do povo profere um discurso infl amado, enquanto espera a chegada da polícia, que dissolve a manifestação.

Artigos relacionados

Como reação, Simão Bacamarte resolveu prender todos os que o contestavam. E colocou no casarão cerca de oitenta por cento dos habitantes da cidade. No entanto, depois de muito “estudar e meditar”, ele chegou à conclusão de que não era possível que oitenta por cento dos habitantes fossem loucos, e decidiu que a verdadeira sanidade era a loucura, que os loucos eram, na verdade, as pessoas normais. Libera, então, todos os “loucos” e prende todos os “sãos” na Casa Verde. O Alienista foi publicado em 1882. Com cento e quarenta e dois anos de antecedência Machado de Assis previu que aconteceria aqui no Brasil no século 21 algo semelhante.

Considerando, pois, o que acontece hoje em dia aqui, cento e quarenta e dois anos já passados, entendi conveniente recordar mais uma vez esta história, para lembrar a todos o que pode acontecer com a nossa liberdade quando uma nação inteira se submete a atos de arbitrariedades sem uma reação adequada’.

Agro Dália

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fale conosco!