Coluna da Mari

#ColunadaMari | O assunto mais comentado da última semana

Participe do Canal do Força do Vale no WhatsApp

Imparcial

A palavra “imparcial” e o termo “inviabilizar” foram os mais usados durante a justificativa de alguns vereadores para tratar do assunto mais comentado na última semana: a derrubada do pedido de urgência na votação do projeto que autoriza o Poder Executivo a contratar um empréstimo de R$ 20 milhões, destinado à reconstrução do município. A negativa da urgência do projeto foi explicada pela maioria dos vereadores como necessária, devido a dúvidas levantadas e à Comissão de Constituição e Justiça entender que pequenos empresários e a comunidade em geral também deveriam ser ouvidos pela Câmara em uma audiência pública. No entanto, essa explicação não convenceu a população.

Após a repercussão do ato e com a aproximação das eleições, a culpa pela insatisfação pública foi atribuída à mídia. Quando a opinião pública é negativa, a suposta imparcialidade dos órgãos de imprensa é usada como desculpa, tentando descaracterizar a verdadeira intenção política do fato, que foi negada a todo momento.

Curioso

Um fato curioso em meio a toda essa discussão foi a mobilização de simpatizantes de um partido. No domingo (30), ao acessar as redes sociais, notei que o card oficial da audiência pública estava sendo publicado em alguns stories de pré-candidatos. Diante disso, procurei nas redes sociais do Poder Legislativo por mais informações sobre a reunião, mas, para minha surpresa, ainda não havia nenhuma publicação disponível.

Para quem não sabe, existem algumas regras sobre a comunicação institucional de órgãos públicos. Apesar de ter o timbre e a assinatura dos vereadores, para que a convocação se torne realmente oficial, além de estar exposta no mural do Poder Legislativo, ela deve ser publicada no site oficial e nas redes sociais autorizadas da Câmara de Vereadores. O chamamento para a audiência pública foi publicado pelo Poder Legislativo apenas na segunda-feira (01).

Acompanhei a audiência pelas redes sociais e o público presente também me chamou a atenção. Havia vários simpatizantes do mesmo partido. Pode parecer implicância minha, mas, às vésperas de uma eleição, é até constrangedor ver a participação de militantes nesse tipo de reunião (que normalmente são vazias!). Fica difícil não desconfiar das verdadeiras intenções.

Exitosa

Não posso deixar de parabenizar o Presidente da Comissão de Orçamento e Finanças, Marino Eugenio Deves, pela condução da audiência. Ouvir as reivindicações do povo é o maior dever de um vereador. É uma pena que, ao longo dessa legislatura, a maioria dos edis tenha se preocupado mais em promover homenagens do que em entender o que realmente o cidadão precisa.

Agro Dália

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fale conosco!