COVID-19

Cantora morre após contrair covid-19 propositalmente para obter ‘passaporte da imunidade’

Ela não queria tomar a vacina

Participe do Canal do Força do Vale no WhatsApp

A cantora Hana Horka, da banda de música folclórica da República Tcheca Asonance, morreu no último domingo (16) por complicações causadas pela covid-19.

De acordo com o filho da artista, ela preferiu viver normalmente com a família contaminada e pegar a doença para não ter que se vacinar. “É triste que ela quis mais acreditar em estranhos do que em sua própria família” – disse.

Jan Rek, disse ainda que ele e o pai (ambos imunizados) contraíram a covid no final de 2021, quando Hana decidiu expor-se à doença deliberadamente. A intenção seria deixar-se contaminar e, depois de curada, obter o certificado de imunidade usado no país que a permitiria frequentar alguns estabelecimentos sem precisar se vacinar.

Segundo o relato do filho, a mãe morreu em casa, com falta de ar. Dias antes, ela chegou a fazer publicações nas redes sociais comemorando a infecção:

“Estou muito feliz porque, desta forma, poderei ter uma vida livre como os outros, ir ao cinema, tirar férias, ir à sauna, ao teatro”, escreveu.

Diversos médicos já comprovaram a ineficácia do passaporte vacinal, tendo em vista que as vacinas não previnem nem o contágio, nem a infecção – mas reduzem as chances da doença se agravar, e mesmo assim, políticos ao redor do mundo seguem exigindo a apresentação do documento.

Agro Dália

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fale conosco!